A NOSSA HISTÓRIA

  • banda da smup

A SMUP, Sociedade Musical União Paredense, foi fundada a 4 de março de 1899, por iniciativa de um grupo de cidadãos residentes na Parede, vila do Concelho de Cascais.

A formação musical e cultural, a ação social e a recreação foram definidas como as atividades centrais da Sociedade.

A música seria a primeira e mais duradoura vocação da instituição, tendo as bases para a formação de uma banda filarmónica sido lançadas logo em 1899. Pouco depois foi criada uma escola de música destinada a formar e educar cidadãos qualquer que fosse a sua condição ou estatuto socioeconómico.

Até 1938, a SMUP não teve sede própria. As suas instalações funcionaram em espaços cedidos por beneméritos. Em 1938 inicia-se a construção do edifício destinado a albergar a coletividade e as suas atividades. Para a realização do projecto, contribuíram os esforços de todos os paredenses, entre eles José Nunes da Matta, almirante, residente e grande amigo desta freguesia que fez doação à Sociedade de um talhão de terreno da sua propriedade para que ali pudesse ser edificada uma sede condigna e permanente.

Em 1965, dificuldades várias conduziram à interrupção das actividades musicais da SMUP, tendo o ensino da música bem como a orquestra sido reconstituídos em 1980 sob a direcção do Maestro Joaquim Manuel Maneiras Alferes, ainda hoje regente da Banda Filarmónica e responsável pela formação em solfejo e em instrumentos de sopro. Também a Secção de Teatro renasceu em 1981, sendo uma das actividades tradicionalmente apadrinhadas pela SMUP.

Em 2009, recebe o estatuto de "Instituição de Utilidade Pública".

Em 2012, tirando partido da vocação marítima da freguesia, foi criado o Núcleo de Surf e Mar da Parede com o fim de promover atividades lúdicas relacionadas com o mar.

Em 2014, aquela que é a mais antiga sociedade musical do Concelho de Cascais, celebra os 115 anos de existência.

Saber mais acerca da história